12.ª reunião de cúpula do G20

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
12ª Cúpula do G20
Anfitrião  Alemanha
Sede Hamburgo, Alemanha
Cidade(s) Hamburgo
Data 07 > 08 de Julho de 2017
Participantes G20
Site Página oficial
Cronologia
Hangzhou 2016
Buenos Aires 2018

A Reunião de cúpula do G20 em Hamburgo (2017) foi nos dias 07 e 08 de Julho de 2017 na cidade de Hamburgo, Alemanha.

Líderes participanteseditar | editar código-fonte

Convidadoseditar | editar código-fonte

Organizações internacionaiseditar | editar código-fonte

Criseseditar | editar código-fonte

Brasileditar | editar código-fonte

O presidente brasileiro ameaçado com acusações de corrupção, cancelou em 29 de junho sua viagem à Hamburg sem dar explicações. O maior motivo foi devido ao processo de suborno do frigorífico JBS S.A. 123456

Em 4 de julho de 2017 Temer mudou seu posicionamento e decidiu atender ao encontro.7

Arábia Sauditaeditar | editar código-fonte

Salman bin Abdulaziz Al Saud, Rei da Arábia Saudita, cancelou sua vinda, em razão da crise do Qatar.8

O ministro das Finanças Mohamed Bin Abdullah Al-Jadaan o representou.9

Protestoseditar | editar código-fonte

Protestos ambientalistas contra a realização do evento

Incêndios esporádicos provocados em automóveis estacionados em lugares remotos, como no bairro Blankenese, tem ocorrido regularmente na cidade por ação de desconhecidos.

Na noite de 18 de Junho de 2017, indivíduos em Berlin, Hamburgo, Colônia, Dortmund, Leipzig e Bad Bevensen causaram um total de 13 incêndios em trilhos ferroviários alemães.10

Em 19 de Junho, um grupo chamado „Shutdown G20 – Hamburg vom Netz nehmen!“ (Desligar Hamburgo da rede elétrica) escreveu uma carta de ataques na internet.11

Em 2 de Julho, o Greenpeace obrigou o navio bulker de carvão Golden Opportunity advindo de Murmansk a parar na área da Airbus antes de ir à siderúrgica na ponte do trecho de Kohlbrand. A polícia interveio e este posteriormente seguiu normalmente o descarregamento da carga.

Protestos passivos de barracas acampadas foram permitidos em parques sob vigilância da Polícia.

Referências

  1. «Sob pressão, Temer cancela ida ao G20 na Alemanha». 29 de junho de 2017 
  2. «Posse de Michel Temer após o impeachment de Dilma Rousseff». El País. 1 de setembro de 2016. Consultado em 9 de julho de 2017 
  3. Marcelo Brandão e Pedro Peduzzi. «Temer classifica denúncia de "ficção", critica Janot e cobra provas concretas». Agência Brasil. EBC. Consultado em 9 de julho de 2017 
  4. «Temer diz ser vítima de conspiração e descarta renúncia». Gazeta do Povo. Consultado em 9 de julho de 2017 
  5. Janaina Garcia (26 de maio de 2017). «Quem é o deputado flagrado com uma mala de dinheiro que "ameaça" Temer?». Uol. Consultado em 9 de julho de 2017 
  6. Ricardo Noblat. «O que decidirá a sorte de Temer». O Globo. Globo.com. Consultado em 9 de julho de 2017 
  7. «Brazil president confirms G20 trip (em inglês)». 4 de Julho de 2017 
  8. «Saudischer König sagt sein Kommen zum G20-Gipfel ab (em língua da Alemanha}». 3 de julho de 2017 
  9. «Saudi king cancels attendance at G20 summit; Qatar crisis blamed» (em inglês). 3 de julho de 2017. Consultado em 9 de julho de 2017 
  10. Störungen nach Anschlägen auf Bahn weitgehend behoben (em alemão) Kölnische Rundschau, 20 de Junho de 2017
  11. Matthias Puppe Brandanschläge auf Bahnstrecken – Bekennerschreiben zum G20-Gipfel (em alemão) Indymedia, 19 de Junho de 2017

Ligações externaseditar | editar código-fonte

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 12ª reunião de cúpula do G20