Ataques cibernéticos na Ucrânia em 2017

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou se(c)ção é sobre um acontecimento recente.
As informações apresentadas podem mudar a qualquer momento. Editado pela última vez em 30 de julho de 2017.
Ataques cibernéticos na Ucrânia em 2017
Mensagem de resgate em um sistema comprometido
Data 27 de junho de 2017
Local  Ucrânia
 Alemanha
 Estados Unidos
 Rússia
Flag of Spain.svg Espanha
 Índia
Tipo Ataque cibernético
Causa Malware, ransomware e ciberterrorismo
Resultado Afetou diversos bancos, empresas, ministérios e jornais ucranianos e, posteriormente, europeus.
Suspeito(s)  Rússia12

Ataques cibernéticos na Ucrânia em 2017 ocorreram em série, mais precisamente no dia 27 de junho. Foi utilizado nos ataques o programa malicioso (malware) Petya. Assim invadiu-se páginas de organizações ucranianas principalmente, incluindo bancos, ministérios, jornais e empresas de eletricidade.3 Além disso, ataques semelhantes foram relatados na França, Alemanha, Itália, Polônia, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos.45 No dia 28 de junho, a empresa de segurança ESET estimou que 80% de todas as infecções foram na Ucrânia, sendo a Alemanha o segundo mais atingido, com cerca de 9%.6 Ainda no mesmo dia, o governo ucraniano afirmou que o ataque havia sido interrompido.7

Referências