Nave espacial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde Dezembro de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para o veículo espacial, veja Nave.
Phoenix landing.jpg
Proton Zvezda crop.jpg
Space Shuttle Columbia launching.jpg

Uma nave espacial, astronave (português europeu) ou espaçonave (português brasileiro) é um veículo com capacidade de viajar pelo espaço exterior (acima do limite atmosférico).

De acordo com J. B. Hare, o primeiro uso em inglês das palavras "Space ship" foi no livro Oahspe: A Kosmon Bible in the Words of Jehovih and his Angel Embassadors (1882), uma versão alucinógena da cosmologia e história, criada por escrita automática por um dentista do século XIX chamado John Ballou Newbrough.1 A primeira vez em que houve a descrição deste tipo de veículo foi em uma das obras de Cyrano de Bergerac em 1657.

Tipos de naveseditar | editar código-fonte

Nave interplanetáriaeditar | editar código-fonte

Uma nave interplanetária é uma nave feita para viajar entre planetas, estando limitadas apenas ao espaço de um sistema estelar. A humanidade ainda não conseguiu enviar uma missão tripulada a outro planeta, embora já tenha enviado diversas sondas a todos os planetas do sistema solar.

Nave interestelareditar | editar código-fonte

Uma nave interestelar (ou nave estelar) é uma nave espacial projetada para viajar entre sistemas solares ("viagem interestelar"). É um conceito muito comum na ficção científica.

A humanidade ainda não tem capacidade de construir uma nave estelar de verdade. Os veículos que mais se aproximam dessa classificação são a Voyager 1 e 2, que foram os primeiros e únicos objetos a entrar em espaço interestelar até agora.

Um recurso literário comum neste gênero é o do sistema de propulsão super-luz (mais rápido que a velocidade da luz), como a dobra espacial, ou a viagem através do hiperespaço, embora algumas naves estelares tenham equipamentos próprios para jornadas com séculos de duração, no caso de viagens sub-luz. Outros projetos propõem maneiras de acelerar a nave a velocidades próximas à da luz, o que permitiria uma viagem relativamente "rápida" (isto é, décadas, não séculos) para as estrelas vizinhas, aproveitando-se da dilatação do tempo prevista pela teoria da relatividade.

Telescópio Espacial Hubbleeditar | editar código-fonte

O Telescópio Espacial Hubble surgiu como um projeto conjunto da NASA e da ESA. Está em órbita ao redor da Terra , onde fotografa galáxias e outros objetos. Embora não seja o maior telescópio do mundo, obtém a melhor imagem porque a qualidade de suas gravações não é afetada pela atmosfera da Terra. As imagens são 5 vezes mais afiadas que os telescópios mais fortes da Terra.

Programa Voyagereditar | editar código-fonte

Duas naves idênticas a Voyager 1 e a Voyager 2, são as naves mais distantes da Terra. Em 42 anos após seu lançamento em 1977, as Voyagers estão muito à frente de Plutão. Ambas as naves ainda enviam sinais via Deep Space Network. São os únicos objetos que já deixaram a heliosfera.2

Mars Reconnaissance Orbitereditar | editar código-fonte

Criada com o intuito de procurar evidências de água no passado de Marte, a MRO lançou as sondas Phoenix e Mars Science Laboratory; a última lançou o rover Curiosity.

GALEXeditar | editar código-fonte

O GALEX é um telescópio localizado na órbita da Terra. Foi lançado em 2003 e operou até 2012. Ele explorava as galáxias na região ultravioleta por até 10 bilhões de anos no passado. A pesquisa ajudou os cientistas a entender a evolução e o surgimento da galáxia. Ao longo dos 9 anos de operação, o GALEX criou um mapa galático do universo que ajudou a entender como as galáxias são formadas.

SMART-1editar | editar código-fonte

A SMART-1 tinha a função de explorar a propulsão de íons e procurar por gelo no Pólo Sul da Lua . Foi lançada em 27 de setembro de 2003 às 23:14 UTC e entrou em órbita ao redor da Lua em 15 de outubro de 2004. Foi lançado pelo Ariane-5. A missão terminou no dia 8 de junho de 2006.

SOHOeditar | editar código-fonte

SOHO é uma nave que explora o sol e sua composição, seu campo magnético, o vento solar e a tocha, e a exploração mais profunda em direção ao núcleo, abaixo da coroa. Foi lançada em 1995 mas continua em plena operação apesar de já ter ultrapassado sua vida útil.

INTEGRALeditar | editar código-fonte

INTEGRAL é um telescópio que tem a função de estudar raios gama e buracos negros, estrelas de nêutrons, galáxias ativas, supernovas, observar a formação de elementos químicos e explorar flashes gama misteriosos.

O INTEGRAL foi lançado em 17 de outubro de 2002. Foi lançado com a ajuda do foguete Proton e a massa da aeronave era de 4 toneladas. A missão principal durou dois anos, e foi estendida até dezembro de 2018. Em janeiro de 2015 sua órbita foi alterada para fazer uma reentrada segura em fevereiro de 2029.

XMM-Newtoneditar | editar código-fonte

O XMM-Newton foi lançado em 10 de dezembro de 1999. Sua missão durou dois anos e mais quatro. Foi lançado com a ajuda do Ariane 5 com uma massa de 3.800 kg. Está definido em uma órbita de 48 horas. Suas áreas de exploração são os raios X que emergem dos buracos negros, as propriedades das estrelas explodindo e a natureza dos objetos exóticos.

Ver tambémeditar | editar código-fonte

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nave espacial

Galeria de imagenseditar | editar código-fonte

Referências

  1. J. B. Hare, Índice do livro de John Ballou Newbrough, Oahspe: A Kosmon Bible in the Words of Jehovih and his Angel Embassadors (1882) [em linha]
  2. «Voyager 2 é o segundo objeto da humanidade a alcançar espaço interestelar». Superinteressante. Consultado em 11 de janeiro de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre exploração espacial é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.