Referendo sobre a Independência da Nova Caledónia em 2018

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre um evento atual.
A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (editado pela última vez em 12 de novembro de 2018)
             Flag of FLNKS.svg             
Referendo sobre a Independência da Nova Caledónia em 2018
Independência da Nova Caledónia
4 de novembro de 2018
Tipo de eleição:  Referendo sobre a independência
Demografia eleitoral
Hab. inscritos:  174 995
Votantes : 141 099
  
80.63%  
Votos válidos: 138 934
Votos nulos: 2 165
Nova Caledónia
Referendo sobre a Independência da Nova Caledónia em 2018
  Sim
  Não
Resultados12
Sim
  
43.60%
Não
  
56.40%

O referendo sobre a independência da Nova Caledónia (oficialmente em francês: Référendum de 2018 sur l'indépendance de la Nouvelle-Calédonie), realizado em 4 de novembro de 2018,34 foi um referendo de independência no qual os eleitores puderam escolher entre permanecer na França ou se tornar um país independente.56

Anunciado na noite do dia das eleições, o resultado foi de 56.40% para manter o status quo e de 43.60% a favor da independência. A participação foi de 80.63% (141.099) dos 174.995 eleitores elegíveis para votar neste referendo. Inelegíveis para votarem no referendo, conforme concordado no Acordo de Nouméa, foram 17% do total de 210.105 eleitores registrados da Nova Caledónia.

Antes da votação, o governo e as autoridades da França Metropolitana declararam que reconheceriam e cumpririam os resultados do referendo. Apesar do fracasso da moção, os novos caledonianos terão, nos termos do Acordo de Nouméa, a oportunidade de votar novamente em 2020 e 2022, se um terço do Congresso da Nova Caledônia, a legislatura local, concordar em permitir que esses votos sejam realizados.57

Perguntaeditar | editar código-fonte

A pergunta para o referendo foi "Você quer que a Nova Caledônia atinja a soberania plena e se torne independente?" (no original, Voulez-vous que la Nouvelle-Calédonie accède à la pleine souveraineté et devienne indépendante?).8

Sondagenseditar | editar código-fonte

Empresa de pesquisa Data Tamanho da amostra A favor Contra Indecisos ou
Sem opinião
Liderança
Harris Interactive 12–22 set 2018 1,038 34 66 32
Quidnovi 1–15 ago 2018 731 20 69 11 49
I-Scope 30 jul–8 ago 2018 628 28 63 9 35
Quidnovi 4–15 jun 2018 739 15 65 21 50
Quidnovi 16–26 abr 2018 712 15 58 27 43
I-Scope 16–25 abr 2018 682 22.5 59.7 17.8 37.2
I-Scope 23 mar–4 abr 2017 514 24.4 54.2 21.4 29.8

Resultadoseditar | editar código-fonte

Os resultados oficiais de 284 estações de voto do processo participativo foram os seguintes:1

Independência da Nova Caledónia
Inscritos Sim Sim Não Não Total Votos válidos Brancos e nulos
174 995 60 573 78 361 141 099 138 934 2 165
«Você quer que a Nova Caledônia atinja a soberania plena e se torne independente?»
Votos
«Sim»
(43,60 %)
Votos
«Não»
(56,40 %)
Maioria absoluta

Por provínciaeditar | editar código-fonte

Nas províncias do Norte e Loyalty Islands, o "Sim" ganhou, mas na província do Sul o "Não" ganhou e, como houve mais eleitores nessa província, consequentemente, houve mais votos e, no geral, acabou resultando na vitória do "Não" e na permanência da Nova Caledónia na França.1

Província Sim (%) Sim (número de votos) Não (%) Não (número de votos) Número total de pessoas Eleitores registrados (%)
Província do Sul 26.29 24195 73.71 67847 112712 83.01
Província do Norte 75.82 25747 24.18 8209 40047 86.01
Província Loyalty Islands 82.18 10631 17.82 2305 22236 58.89

Reaçõeseditar | editar código-fonte

O presidente francês Emmanuel Macron, que visitou a ilha em maio de 2018, afirmou que o resultado mostrou "confiança na república francesa", e que está "orgulhoso por termos finalmente passado juntos por esse passo histórico", acrescentou.9

Aloisio Sako, um dos principais membros da independente FLNKS, mostrou-se otimista com o que considerou uma derrota para o seu lado, dizendo: "Estamos a poucos passos da vitória e ainda há dois votos por vir".10

Ver tambémeditar | editar código-fonte

Referências

  1. a b c Government of New Caledonia. «Référendum Nouvelle-Calédonie» (PDF). Consultado em 5 de novembro de 2018. 
  2. «Território francês da Nova Caledónia rejeita a independência». Público. Consultado em 5 de novembro de 2018. 
  3. PIR Editor. «New Caledonia, French Leaders Look To Finalize Plans For 2018 Referendum | Pacific Islands Report» (em inglês). www.pireport.org. Consultado em 5 de novembro de 2018. 
  4. Willsher, Kim (19 de março de 2018). «New Caledonia sets date for independence referendum». The Guardian (em inglês). Consultado em 5 de novembro de 2018. 
  5. a b «Nova Caledônia decide sobre independência da França». G1. 3 de novembro de 2018. Consultado em 6 de novembro de 2018. 
  6. Bassets, Marc (5 de novembro de 2018). «Nova Caledônia recusa se separar da França». El País. Consultado em 6 de novembro de 2018. 
  7. Lyons, Kate (16 de julho de 2018). «"New Caledonia Referendum: Call to Reject 'Colonising Power' France"» (em inglês). The Guardian. Consultado em 5 de novembro de 2018. 
  8. «Histoire & enjeux - Référendum NC 2018». www.referendum-nc.fr (em francês) 
  9. «New Caledonia: French Pacific territory rejects independence» (em inglês). BBC News. 4 de novembro de 2018. Consultado em 5 de novembro de 2018. 
  10. «New Caledonia referendum leaves independence movement hopeful» (em inglês). France 24. 5 de novembro de 2018. Consultado em 6 de novembro de 2018. 

Ligações externaseditar | editar código-fonte